© Wikipedia / Cleferson Comarela
© Wikipedia / Cleferson Comarela

Uma viagem de um dia de aventura a Paulo Afonso e aos Canyons de São Francisco

4 minutos de leitura

Esta é uma história traduzida com a ajuda da tecnologia.

Este texto foi traduzido para Português a partir do original em English

Na fronteira entre os Estados da Bahia e Alagoas, na região Nordeste do Brasil, existe uma pequena, mas muito importante, cidade: Paulo Afonso. Oficialmente, a cidade está localizada no Estado da Bahia, mas apenas atravessando o rio que circunda a cidade, você pode chegar ao Estado de Alagoas. Apesar de seu pequeno tamanho, com uma população de 117 mil habitantes, Paulo Afonso é uma cidade significativa para toda a região, devido ao seu enorme Complexo Hidrelétrico, que abastece com água boa parte da região Nordeste.

© Flickr / Maria Hsu
© Flickr / Maria Hsu

Tempo de aventura em Paulo Afonso

Mas Paulo Afonso vai além das instalações hidrelétricas. A cidade também tem um excelente potencial turístico. Com uma geografia acidentada, incluindo desfiladeiros e cachoeiras, é uma paisagem perfeita para uma aventura...para não falar do Rio São Francisco, um dos mais importantes do Brasil.

© Governo da Bahia / Mateus Pereira
© Governo da Bahia / Mateus Pereira

Uma viagem à natureza

A região inteira pode ser visitada em uma viagem de um dia. Você geralmente pode contratar guias no centro de informações turísticas (em português, Serviço de Atendimento ao Turista) no centro da cidade - eles até o acompanham no seu carro. Naturalmente, se você não tiver carro, você pode procurar empresas que oferecem serviço de shuttle pela região, já com um guia incluído (várias opções estão partindo de todas as capitais próximas, como Recife, Maceió e Aracaju). A visita normalmente inclui lagos, cachoeira, cânions, vegetação nativa, pontes, túneis, e toda a estrutura da hidrelétrica. Neste artigo, vou abordar alguns dos melhores destinos da região.

Núcleo de Atendimento ao Turista, Paulo Afonso
Núcleo de Atendimento ao Turista, Paulo Afonso
Av. Apolônio Sales, S/N - Vila Poty, Paulo Afonso - BA, 48601-200, Brasil

Durante esta viagem, você vai entender a cultura da região Nordeste do Brasil, seus contos e superstições.

© Governo da Bahia / Mateus Pereira
© Governo da Bahia / Mateus Pereira

Complexo Hidrelétrico

Hidrelétrica de Paulo Afonso
Hidrelétrica de Paulo Afonso
Dner, Paulo Afonso - BA, 48601, Brasil

Em 1948, o Governo Federal brasileiro criou a Companhia Hidrelétrica de São Francisco, para aproveitar a energia da Cachoeira do Paulo Afonso. O campo de construção trouxe trabalhadores, dinheiro, modernização e, em 1958, a independência e a criação oficial do município de Paulo Afonso.

© Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf)/unknown
© Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf)/unknown

A Hidrelétrica é construída sobre o Rio São Francisco, na região centro-oeste do Estado de Minas Gerais: corre para o norte, na região nordeste do Brasil, e termina no Oceano Atlântico. É o rio mais longo inteiramente localizado no território brasileiro (o rio Amazonas é o mais longo, mas também se expande para outros países da América do Sul). O Complexo Hidrelétrico é um conjunto de cinco usinas localizadas na cidade de Paulo Afonso. Produz 4.279,6 megawatts de energia, gerada a partir da força das águas da Cachoeira Paulo Afonso, uma queda natural de 80 metros do Rio São Francisco.

O Complexo pode ser visitado em uma hora. Para entrar na hidrelétrica, você precisa estar acompanhado de um guia oficial, que pode contratar individualmente no centro de informações turísticas ou através de uma empresa de turismo. Com o guia, você poderá entrar nas instalações da usina e ver um pequeno museu interno, onde é explicada a história da construção e funcionamento da usina hidrelétrica. Você também terá acesso a uma parte da caverna da usina. O custo é de aproximadamente 80 reais por carro (ou seja, 15 euros).

Ponte Dom Pedro II

© Mario Roberto
© Mario Roberto

A Ponte Dom Pedro II, também conhecida como Ponte Metálica, é uma estrutura metálica construída na década de 1950 quando o complexo hidrelétrico começou a ser construído pelo Governo Federal. A ponte era necessária para ligar o Estado de Alagoas à Bahia, já que a ponte mais próxima ficava muito longe de Paulo Afonso. A ponte também era necessária para facilitar a locomoção dos trabalhadores que vinham da vila de Delmiro Gouveia, na margem oposta.

© Governo da Bahia / Mateus Pereira
© Governo da Bahia / Mateus Pereira

Atualmente, a ponte também é utilizada para bungee jumping. Com um vão de 86 metros, é um lugar perfeito para saltos espetaculares em direção ao rio, com uma bela vista para o Canyon.

Canyons de São Francisco

Outra atração turística altamente recomendada é o passeio de barco através dos Canyons de São Francisco. Lá você pode desfrutar das mais belas paisagens e até nadar em um local reservado (em alguns pontos, o rio pode ter mais de 15 metros de profundidade). O passeio tem duração aproximada de 3 horas, com 1 hora para banho. Alguns destes passeios têm um guia, explicando através de todo o percurso a história e os mitos sobre o rio. Em algum momento, eles também tocam músicas de artistas locais que cantam sobre São Francisco.

O Canyon do Rio São Francisco é formado por um vale profundo, esculpido na rocha. Esta parte do rio tem 65 quilômetros de cânions, com paredes de granito natural com mais de 110 metros de altura: começa em Paulo Afonso e vai até outra construção hidroelétrica, chamada Xingó. As encostas são formadas de forma diferente pela ação erosiva da água e dos ventos. É uma experiência fantástica.

© Davi Barbosa
© Davi Barbosa

Várias empresas oferecem este serviço. Tenha em mente que em caso de condições climáticas adversas, os barcos não podem partir, portanto, antes de planejar sua viagem, entre em contato com o seu operador turístico. Minha dica para esta atração é usar um traje de banho sob roupas leves e confortáveis e chinelos de dedo. Use também um chapéu. Na sua mochila, não se esqueça de trazer água, algo leve para comer, e protetor solar. Se você esquecer, não se preocupe, normalmente você pode comprar comida e bebidas nos barcos (pode ser muito caro, no entanto).

© Mario Roberto
© Mario Roberto

A viagem a Paulo Afonso foi inesquecível! Está definitivamente entre minhas cinco melhores viagens na região Nordeste, principalmente pela chance de desfrutar de vistas incríveis e nadar no rio São Francisco. Espero que você aproveite tanto quanto eu!!


O autor

Fabio Jardelino

Fabio Jardelino

Nasci em uma cidade grande no Brasil, chamada Recife, mas percebi que não era grande o suficiente para mim. Morei no Brasil, depois no exterior e atualmente estou na Europa, mas sempre que tenho chance, volto ao Brasil para curtir meu maravilhoso país. Além disso, quero dar um pouco dessa experiência brasileira para vocês, através de meus artigos e fotos.

Histórias de que também poderá gostar