© JeDivers
© JeDivers

Recife, a capital do mergulho no Brasil

3 minutos de leitura

Esta é uma história traduzida com a ajuda da tecnologia.

Este texto foi traduzido para Português a partir do original em English

Desde o início da colonização do Brasil, inúmeros navios afundaram na costa de Pernambuco. Alguns naufrágios ocorreram devido a lutas na região, outros por algum mau funcionamento do barco. Mas, recentemente, o governo tem provocado naufrágios deliberados na costa pernambucana para aumentar o potencial turístico do mergulho. Ao longo dos 187,5 quilómetros da costa de Pernambuco, estima-se que houve 300 naufrágios desde o período colonial. Destes, mais de 110 já estão catalogados , e pesquisadores e aventureiros já visitaram 25.

© JeDivers
© JeDivers

Por exemplo, em Fevereiro de 2017, quatro navios foram afundados ao longo da costa de Recife, passando a fazer parte do programa Parque de Destruição Artificial de Pernambuco. Mas a última aquisição para o parque foram os dois naufrágios na costa de Tamandaré, no litoral sul do Estado, em Setembro de 2019. Tornaram-se parte do fantástico universo submerso de navios históricos coloniais, rodas de vapor, rebocadores e corvetas.

© JeDivers
© JeDivers

Os novos afundamentos elevaram de 18 para 20 o número de embarcações que funcionam como recifes artificiais no Parque, destinados tanto a programas de mergulho quanto à preservação ambiental. O trabalho pioneiro dos entusiastas do mergulho local, aliado a pesquisadores interessados na conservação da vida marinha, resultou na implantação gradual do que é o primeiro parque de naufrágios artificiais da América Latina.

© JeDivers
© JeDivers

Com esta grande atração turística, a região tornou-se a Meca dos mergulhadores profissionais. Para os especialistas, a ilha de Fernando de Noronha (território de Pernambuco) é o melhor destino de mergulho do país devido à claridade das águas. Recife destaca-se como a capital brasileira dos naufrágios. Possui um grande número de sítios arqueológicos subaquáticos não identificados, além dos 27 já conhecidos e visitados por um número cada vez maior de mergulhadores. A temperatura média da água é de 27ºC, e a visibilidade varia entre 20 e 30 metros.

© JeDivers
© JeDivers

Em Recife, existem atualmente quatro operadoras de mergulho, que oferecem cursos regularmente. Um deles é o grupo JeDivers, que trabalha no bairro da Pina, ao lado da Praia de Boa Viagem. O custo médio para o "batismo" inicial que inclui dois mergulhos é de R$ 450 (mais ou menos 100 euros). Para ser um mergulhador certificado, precisas de fazer o curso e ter aulas teóricas e práticas que incluem um teste no final. Para isso, o custo médio é de R$ 1500 (330 euros).

Praia de Boa Viagem
Praia de Boa Viagem
Praia de Boa Viagem, Pernambuco, Brasil

Uma das lendas mais famosas de Pernambuco é a do Galeão Santa Rosa, um navio português que naufragou em Setembro de 1726, cheio de baús de ouro que iam ser levados da colónia de volta para Portugal. Estimativas mais realistas indicam que o equivalente a US$ 120 milhões afundou com o navio, que partiu da cidade de Salvador. O acidente foi relatado como tendo ocorrido no litoral sul de Pernambuco.

Então, o que achas de mergulhar em Pernambuco? Podes sair de lá um milionário!

© JeDivers
© JeDivers

O autor

Fabio Jardelino

Fabio Jardelino

Nasci em uma cidade grande no Brasil, chamada Recife, mas percebi que não era grande o suficiente para mim. Morei no Brasil, depois no exterior e atualmente estou na Europa, mas sempre que tenho chance, volto ao Brasil para curtir meu maravilhoso país. Além disso, quero dar um pouco dessa experiência brasileira para vocês, através de meus artigos e fotos.

Histórias de que também poderá gostar