[Cover picture credit © smartin69]
[Cover picture credit © smartin69]

Por que você deve visitar Canterbury

3 minutos de leitura

Esta é uma história traduzida com a ajuda da tecnologia.

Este texto foi traduzido para Português a partir do original em English

É uma cidade pequena, mas não vais ficar sem coisas para fazer. Rica em história e ruas que o levam de volta à Idade Média, Canterbury também tem uma forte sensação de inglês. E com isso, não quero dizer "Peixe e batatas fritas" ou "futebol está a chegar a casa". Refiro-me à velha Inglaterra, a Inglaterra que ecoa até Shakespeare, de reis e rainhas a camponeses e peregrinos, a Inglaterra de campos verdes, mangas verdes, a rosa Tudor e cavaleiros de armadura a cavalo. São estas imagens que nos vêm à mente quando caminhamos pelas ruas mais antigas de Canterbury. E além do fato de que é perto de Londres, aqui estão mais algumas razões pelas quais você deve vir e visitar.

© PaulSturmey (The Old Weaver's House, riverside pub and restaurant from 1500)
© PaulSturmey (The Old Weaver's House, riverside pub and restaurant from 1500)

Catedral da Cantuária

Não apenas um Património Mundial da UNESCO, a Catedral de Cantuária é também um dos mais antigos locais de culto cristão na Inglaterra. Tendo sido fundada pela primeira vez em 597, foi completamente reconstruída de 1070 a 1077 pelos normandos. Foi também dentro desta catedral que Thomas Beckett, também conhecido como São Tomás de Cantuária, foi misteriosamente assassinado em 1170. Um santuário no local que marca sua morte logo se tornou um local de peregrinação.

© IVANVIEITO (Inside Canterbury Cathedral)
© IVANVIEITO (Inside Canterbury Cathedral)

Ruas Medievais

A cidade velha de Canterbury é composta por pequenas e pitorescas ruas centenárias. Um simples passeio pelas suas ruas estreitas é uma das coisas mais agradáveis a fazer aqui. Espalhados por toda a área estão vários locais históricos e edifícios, incluindo as muralhas romanas que os anglo-saxões também usaram para proteger a cidade dos ataques dos vikings do século IX ao XI. É também nesta área que você encontrará os melhores cafés, lojas e restaurantes da cidade.

© Paolo Paradiso (Historical streets in the old town of Canterbury)
© Paolo Paradiso (Historical streets in the old town of Canterbury)

Os Contos da Cantuária

A peregrinação à Catedral de Cantuária, em honra de Thomas Beckett, foi imortalizada nas páginas dos Contos de Cantuária, uma das mais importantes obras de literatura em língua inglesa. Escrito por Chaucer entre 1387 e 1400, conta as histórias de peregrinos que viajam de Londres para Cantuária, e explora temas de amor, moralidade e religião. Essas histórias e idéias são exibidas no Canterbury Tales Museum na Saint Margaret Street.

© CBCK-Christine (The River Stour, also known as the Great Stour)
© CBCK-Christine (The River Stour, also known as the Great Stour)

Castelo de Cantuária

Um dos locais históricos mais importantes da cidade, o Castelo de Canterbury está em ruínas, embora em boas condições, considerando que é quase um milênio de idade. Quando os normandos invadiram a Grã-Bretanha em 1066, eles viajaram mais fundo na terra anglo-saxônica através da Roman Road que levava a Londres. Ao longo desta rota foi Canterbury onde eles pararam e construíram esta impressionante e defensiva estrutura de pedra, um remanescente da invasão que alterou a história da Inglaterra para sempre.

© CBCK-Christine (Ruins of Canterbury Castle, built by the Normans)
© CBCK-Christine (Ruins of Canterbury Castle, built by the Normans)

Não Falta de Museus

Para uma cidade pequena, Canterbury está repleta de museus e locais de interesse cultural. Além do Museu de Contos de Cantuária, o Museu Romano merece uma menção especial, pois abriga um belo mosaico romano que só foi descoberto durante as escavações após a Segunda Guerra Mundial. Para os entusiastas da arte, o Beaney é um museu, biblioteca e galeria de arte dentro das paredes de uma impressionante casa de recuperação Tudor no centro da cidade.

© PhotoFires (The Beaney House of Art and Knowledge)
© PhotoFires (The Beaney House of Art and Knowledge)

"Quem dará a um amante qualquer lei? O amor é uma lei maior, pelo meu trote, do que qualquer lei escrita pelo homem mortal." - Geoffrey Chaucer, os Contos da Cantuária


O autor

Adam L. Maloney

Adam L. Maloney

Adam é um londrino que viajou para mais de 20 países europeus e viveu em Portugal e Espanha por vários anos. Adam é um fã de explorar bairros intrigantes e conhecer moradores locais.

Histórias de que também poderá gostar