© Wikimedia Commons / Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania
© Wikimedia Commons / Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania

Descobrindo o centro da cidade do Rio: O Museu Nacional de Belas Artes

4 minutos de leitura

Esta é uma história traduzida com a ajuda da tecnologia.

Este texto foi traduzido para Português a partir do original em English

Você provavelmente já ouviu falar da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil, como a capital das belas praias e da música como o samba e a bossa nova. Lar de monumentos lendários, como a estátua do Cristo Redentor e o estádio de futebol do Maracanã, a cidade também abriga incríveis paisagens naturais e tesouros culturais. Neste artigo, você vai descobrir o centro da cidade do Rio de Janeiro. Neste bairro histórico, em meio à arquitetura colonial e imperial, você encontrará o Museu Nacional de Belas Artes do Brasil.

Visita cultural - os destaques

© istock/diegograndi
© istock/diegograndi

Se você está interessado em entender a cultura brasileira, o melhor lugar para começar é o bairro da Lapa. Aqui, você pode ver impressionante arquitetura colonial, com o "Aqueduto da Carioca" como seu símbolo mais significativo. Ainda hoje, esta imponente estrutura é uma das principais fotos utilizadas nos cartões postais que retratam o Rio.

Aqueduto da Carioca, Rio de Janeiro
Aqueduto da Carioca, Rio de Janeiro
Aqueduto da Carioca - Lapa, Rio de Janeiro - RJ, 20031-040, Brasil

Depois disso, você pode continuar o seu percurso cultural e caminhar algumas quadras até a Rua Evaristo da Veiga. Seguindo este caminho, chegará à Praça Alagoas, o coração da cidade, onde poderá encontrar três dos edifícios históricos mais notáveis de todo o país: o Teatro Municipal, a Biblioteca Nacional, e o Museu Nacional de Belas Artes. A importância destes edifícios é tanto histórica quanto cultural para o Brasil, e seria altamente recomendável que você também explorasse.

© istock/R.M. Nunes
© istock/R.M. Nunes
Municipal Theatre (Theatro Municipal), Rio de Janeiro
Municipal Theatre (Theatro Municipal), Rio de Janeiro
Praça Floriano, S/N - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20031-050, Brasil

Você pode visitar o interior do Teatro Municipal dentro de uma visita guiada. Cada visita pode acolher até 50 pessoas e dura aproximadamente 45 minutos, o que lhe deixa tempo suficiente para ir ao próximo ponto de interesse - a Biblioteca Nacional. Esta tesoureira histórica é a maior biblioteca da América Latina, com mais de 9 milhões de livros desde 1910, ano da sua inauguração. Finalmente, esta viagem cultural vai terminar no destino mais esplêndido - o Museu Nacional de Belas Artes.

© istock/AlexandreFagundes
© istock/AlexandreFagundes
National Library of Brazil (Biblioteca Nacional), Rio de Janeiro
National Library of Brazil (Biblioteca Nacional), Rio de Janeiro
Av. Rio Branco, 219 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20040-008, Brasil

O Museu Nacional de Belas Artes

© Flickr / Museu Nacional de Belas Artes
© Flickr / Museu Nacional de Belas Artes

A história do museu começa em 1808, com a chegada da família real portuguesa ao Rio de Janeiro, fugindo da guerra contra Napoleão. Na época, Dom João VI era o regente de Portugal e veio ao Brasil trazendo um conjunto de obras de arte do reino português, algumas das quais permaneceram no país após o seu regresso à Europa. Mas foi apenas em 1937 que o museu foi oficialmente criado por um decreto do presidente Getúlio Vargas. Até 1979, o Museu Nacional de Belas Artes continha a Escola Nacional de Belas Artes, quando a escola foi transferida.

© Wikimedia Commons / Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania
© Wikimedia Commons / Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania

A arquitetura eclética do edifício foi projetada em 1908 pelo arquiteto Adolfo Morales de Los Rios. A construção ocorreu durante os anos seguintes com a modernização urbana do Rio, na época Capital Federal do Brasil. O arquiteto tomou o Museu do Louvre como modelo, no entanto, o projeto foi alterado várias vezes, até a versão final. O resultado é uma construção eclética, com fachadas em diferentes estilos. Foi inspirado no renascimento francês e italiano e no austero neoclassicismo com relevos ornamentais. Na decoração de interiores, pode-se ver materiais nobres, como mármores e mosaicos, estuque, cristais, cerâmica francesa e estatuária. O edifício foi tombado pelo Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional em 1973.

National Museum of Fine Arts (Museu Nacional de Belas Artes), Rio de Janeiro
National Museum of Fine Arts (Museu Nacional de Belas Artes), Rio de Janeiro
Av. Rio Branco, 199 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20040-008, Brésil

O que não pode faltar no MNBA

© Wikimedia Commons / Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania
© Wikimedia Commons / Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania

O museu possui a maior e mais importante coleção de arte brasileira dos séculos XIX e XX. Com mais de 17 mil metros quadrados, o Museu de Belas Artes concentra um acervo de 70 mil peças, entre pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, objetos, documentos e livros. Também inclui as sessões dedicadas à arte africana, bem como os exemplos da arte colonial europeia e da arte contemporânea. É uma visita indispensável para quem quer entender os caminhos traçados pela arte brasileira, especialmente a pintura.

© Jaime Acioli / Museu Nacional de Belas Artes
© Jaime Acioli / Museu Nacional de Belas Artes

Embora a coleção esteja dividida entre arte brasileira e arte internacional, a primeira é de fato a cereja no bolo. Lá, você pode ver as pinturas como a famosa "A Batalha dos Guararapes", uma tela monumental que levou quatro anos para Victor Meirelles completar (1875-1879). Esta obra-prima mostra como os brasileiros derrotaram os holandeses e expulsaram os invasores do Estado de Pernambuco (a história conta que esta batalha marca o início do exército brasileiro). Outra peça importante que você pode ver na exposição é "A Primeira Missa no Brasil", também pintada por Victor Meirelles, em 1861. Junto com esta, você pode ver a versão de Cândido Portinari, de 1948.

Praticalidades

© Facebook / Museu Nacional de Belas Artes
© Facebook / Museu Nacional de Belas Artes

O museu está aberto de terça-feira a sexta-feira, das 10h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados, está aberto das 12h às 17h. Você pode comprar o ingresso na porta principal do museu. Aos domingos, a entrada é gratuita.

© Wikimedia Commons / Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania
© Wikimedia Commons / Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania

Descobrir o centro da cidade do Rio é uma viagem cultural definitiva para entender a cultura brasileira. O Museu Nacional de Belas Artes do Rio é uma ode às artes, e é um dos melhores lugares culturais para se explorar na cidade. Espero que você goste tanto quanto eu!


O autor

Fabio Jardelino

Fabio Jardelino

Nasci em uma cidade grande no Brasil, chamada Recife, mas percebi que não era grande o suficiente para mim. Morei no Brasil, depois no exterior e atualmente estou na Europa, mas sempre que tenho chance, volto ao Brasil para curtir meu maravilhoso país. Além disso, quero dar um pouco dessa experiência brasileira para vocês, através de meus artigos e fotos.

Histórias de que também poderá gostar